Revit: Montando uma Tabela de Quantitativos

Adamo Pinheiro Sem categoria

Olá Amigos do .BIM,

Primeiramente queremos tornar pública a nossa alegria de chegar à marca de 100 seguidores (ou curtidores) na nossa fanpage do Facebook!!! Agradecemos a todos vocês que curtem nosso trabalho, que ajudam e participam seja no Fórum, nos comentários das postagens e no face! Vamos em busca dos 1000 seguidores! Se você ainda não conhece nossa fanpage, dá uma olhada lá e curte a gente! Segue o PontoBIM no twitter também, assim você fica sabendo quando novas postagens forem publicadas
Agora falando do assunto desta postagem. Este fim de semana me deparei com uma dúvida de um grande amigo arquiteto, com relação à visualização e extração de quantitativos no Autodesk Revit. Para falar desta dúvida, vamos fazer primeiro um passo-a-passo rápido de montagem de quantitativos.
Como exemplo do tutorial, estou usando o modelo “Basic Sample Project” que vem de exemplo em todos os Revit. No meu caso, estou usando o Revit 2012, mas o caminho é basicamente o mesmo em todas as  versões do Revit.
A ferramenta de montagem de tabelas do Revit (Schedule) é muito simples e fácil de usar. Para iniciá-la, basta se dirigir à aba View >> Schedule >> Schedule / Quantities
Note que abaixo de “Schedule / Quantities” existe um outro tipo de tabela que é “Material Takeoff”. Esse tipo também é uma maneira de extração de quantitativos, mas se baseia nos materiais, ou seja, pintura branca, concreto, madeira, etc… Já a opção que vamos trabalhar hoje se baseia nos elementos como porta, parede, janela, etc…
Ao escolher a opção “Schedule / Quantities”, o usuário vai agora configurar a tabela. Como exemplo, vamos escolher uma tabela de pisos (Floor). Após escolher a Categoria Floor, podemos digitar o nome que queremos dar à tabela. Após isso, podemos seguir.
Na próxima tela, vamos escolher as informações dos pisos que queremos que apareça na nossa tabela.
Para este teste, vamos escolher tipo e área (Type and Area). Basta escolher o parâmetro na janela “Available Fields” e clicar em “Add”. O Parâmetro selecionado será adicionado à janela “Scheduled Fields”. Os parâmetros selecionados serão as colunas da nossa tabela.
Ao clicar em ok, sua tabela está pronta, e deve aparecer como na imagem abaixo. Notem que as colunas da tabela correspondem aos parâmetros que escolhemos anteriormente (Type e Area). Nosso modelo portanto tem 3 Floors, sendo dois do tipo “Finish Floor” e um do tipo “915 slab”. No entanto, a planilha ainda pode ser melhorada, e para fazer isso, vamos configurá-la através dos campos marcados em vermelho.
Opções de Edição:
Fields – se quisermos adicionar algum parâmetro, ou seja, uma outra coluna além de Type e Area na tabela
Filter – Para criarmos um filtro
Sorting / Grouping – Para agrupar e ordenar os elementos da tabela de uma maneira específica
Formatting – Para formatar a tabela
Appearance – Para mudar a aparência da tabela.
São muitas opções de edição da tabela. Sugiro que fiquem fuçando estas opções porque é possível se fazer muita coisa interessante e extrair informações valiosas do seu modelo. Vou exemplificar para vocês como podemos agrupar por tipo e colocar o somatório das áreas de cada tipo de floor na tabela que criamos.
Vamos clicar na opção “Sorting / Grouping” que mostrei na imagem anterior. Surgirá uma tela igual a esta:
Sort by – Queremos separa os Floors por tipo. Então vamos escolher a opção Type. Ascending faz com que os tipos sejam mostrados na tabela partindo do que tem menos instâncias para o que tem mais instância. Descending faz exatamente o contrário. Por exemplo, no nosso modelo já vimos que temos duas instâncias de Finish Floor e uma de 915 slab. Marcando Ascending, elas serão ordenadas e agrupadas mostrando primeiro a 915 slad (que só tem uma) e depois a Finish Floor (que tem 2).
A opção Footer faz com que o total seja mostrado no final de cada grupo. Se quisermos que seja no início de cada grupo, devemos marcar Header. Podemos pedir para a tabela mostrar a quantitade total de itens de cada tipo selecionando Grand Totals e podemos mostrar ou esconder a listagem de todos os itens (um a um) selecionando Itemize every instance. Após a configuração, nossa tabela ficará assim:
Agora temos os Floors separados por tipo, com as informações de quantidade de itens de cada tipo no final da listagem de cada grupo. Porém, ainda falta o somatório da área de cada frupo, conforme combinei com vocês. Para fazer isso, basta clica na opção Formatting, nas Propriedades da Tabela.
Ao clicar em Formatting, escolha o field Area e marque a opção Calculate Totals.
Pronto. Nossa tabela agora está do jeito que a gente gosta. Formatada, mostrando totais, agrupando tipos e tudo mais.
Com relação à dúvida do meu amigo arquiteto, ele queria saber o seguinte:
No projeto dele, existe um tipo de piso que ele chamou de Passeio – Cimentado Liso. Ao fazer o modelo, ele modelou o passeio da rua com esse tipo e modelou também passeios internos da edificação com o mesmo tipo, já que as características são as mesmas. Porém, o passeio da rua não faz parte do projeto dele e não deve entrar no quantitativo nem no orçamento. Tem como montar uma tabela e não mostar determinados elementos nela?
RESPOSTA: Tem sim. Alíás, como quase tudo no Revit… é só uma questão de conhecer razoavelmente o programa e quebrar um pouco a cabeça.
O como fazer vem em um outro post na semana que vem. Pratiquem bastante a configuração de tabelas e tentem descobrir como faço isso que meu amigo me pediu. Na terça-feira que vem farei uma postagem mostrando como solucionei este problema. Já adianto que pode existir mais de uma maneira de se fazer. Não vale criar um tipo diferente… isso aí é fácil… que que não apareça na tabela mesmo não estando no modelo
Grande abraço a todos! Quem puder, compartilha, dá um like, joga no face, no twitter… vamos promover a propagação do conhecimento!!